sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

* CAOSELVANEIDADE¹ *

"Estamos em pleno século XXI...

O que o homem se tornou?

Estudiosos falam em pós-modernidade

Outros em contemporaneidade

E se chamássemos de caoselvaneidade¹?

Entenderia como bobagem?

Te convido para fazer comigo esta viagem:::

O homem primitivo ao mundo pertencia...

Nadava

Corria

Saltava

Vivia

Não existia escola e nem esmola...

Para comer........caçava

Para não ser morto.................lutava

Não existia outra saída

Sobrevivência era sua vida

Desconheço seu sobrenome

Mas selvagem foi seu nome

   

O homem contemporâneo ao mundo pertence...

Rouba

Mente

Mata

Não sente

Que há muito tempo deixou de ser gente...

Come demais

Dorme demais

Trabalha demais

Fala demais

Está achando demais?

Para mim está pouco, vou escrever um pouco mais!

Para comer................não sente

Para não ser morto..................só mente

Está cheio de saídas

Mas viver não é sua vida

Todos conhecem seu nome

Avaliam seu sobrenome

Enquanto o mundo desmorona de fome.

Quem é o selvagem?

O que caçava para comer?

Ou o que mata para vender?

Quem é o primitivo?

O que lutava contra o inimigo?

Ou o que atira no melhor amigo?

Pense 5 minutos no que digo...

Seu professor ensinou errado

O homem primitivo está do seu lado

Não tem cabelo despenteado

Não anda pelado

Seu cabelo é bem arrumado

Seu terno é engomado

O que chamam de evolução

Eu denomino regressão

O que chamam de modernidade

Eu denomino barbaridade

Aonde foi parar a verdade?

Na carteira de identidade?

Solução inventada

Os pensadores não sabem de nada

A humanidade está encurralada

Estou sentindo cheiro de carne assada

Você matou ou comprou?

Deixa pra lá........dá no mesmo

Tudo gira em torno do dinheiro

O problema está no financeiro

Não no celeiro

Carne matada

Carne morrida

Está tudo na sua barriga

Carne assada

Carne cozida

O animal não tem mais vida

Evolução?

Para mim só comendo ração

Progresso?

Só esquecendo o excesso

Modernidade?

Não....................Caoselvaneidade¹

Esta é a verdade!" (Julieta Menezes)

¹ - Caos selvagem na CONTEMPORANEIDADE 

VAI DEVORAR ANIMAIS AINDA?

Obs: Convido para assistir os que estão ao lado no tópico *Vegetarianismo*

BOM APETITE!!

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

*GAZA*

Já faz tempo que o Hitler se foi (foi tarde), te pergunto mudou?

As pessoas estão felizes? OU Pensam que estão?

Vomite também o seu recado...

"Meu grito está entalado

Preciso vomitar meu recado:

Árabes e Judeus

Acreditam em Deus?

Contem-me uma novidade

Eu quero a verdade...

Gandhi pregou a PAZ

E o que o Oriente Médio faz?

Nega seus ancestrais

Executa mortes brutais

Isso não é 'paradoxal'

Denomino de 'animal'

Para alguns é natural

Ainda me chamam de anormal

Este mundo é real?

Um século de guerra

Por um pedaço de terra?

Não é só Hamas o problema

A ferida está em todo o sistema

Árabes e Judeus

Acreditam em Deus?

Denominam-se terrorista

Mas nem sabem o que é monoteísta

Tem alguma pista?

Nacionalismo é sua identidade

A criança que matou tem idade?

Não me venha com meia-verdade

Eu quero a realidade

Armas e dinheiro

Este é seu tempero

Discutem sobre bomba nuclear

Só conhecem o verbo 'amar'

Esqueceram de praticar

Só sabem conjugar

Estão pensando no povo?

Faça-me rir...

Seus sentimentos não enchem um ovo

Quanta ideologia barata

Demagogia que mata

E o governo ainda acata

Árabes e Judeus

Acreditam em Deus?

A guerra não teve início em Gaza

O bombardeio já começa dentro de casa

O ódio é ensinado

O amor é conjugado

A raiva é praticada

A vida é assassinada

Pensam em esmagar o inimigo

Não de construir um amigo

Faça-me um favor...

Rezem comigo

O conflito se tornou um nó

Os habitantes virando pó

E a humanidade cada dia mais só

Quem vai desatar o nó?

Os que pensam em matar?

OU

Os que pensam em amar?

Espero que o UNO possam encontrar

Para que no infinito voltem a sonhar

Árabes e Judeus

Acreditam em Deus?

Vamos rezar..."

(Julieta Menezes)

sábado, 24 de janeiro de 2009

*MAHATMA GANDHI*

Reverencio a 2ª postagem do *Retorno* ao grande Mohandas Karamchand Gandhi (1869-1948) MAHATMA = "Grande Alma"(o povo denominou) "A minha vida é um Todo indizível, e todos os meus atos convergem uns nos outros;e todos eles nascem do insaciável amor que tenho para com a humanidade."(Mahatma Gandhi)

"Chamá-lo de Homem

é uma ofensa,

Denominá-lo de Humano

é outra sentença,

Ainda não considero elogio

defini-lo como ser 'VAZIO'.

Gandhi se esvazia das vaidades

Joga fora as mentiras

Preservando suas verdades

Gandhi se esvazia da carne

Joga fora o conforto

Se mantendo apenas com um pano no corpo

Caminha por horas

Enxugando as lágrimas dos que chora

Gandhi se manteve:

  • Puro na impureza
  • Claro no escuro
  • Lúcido na incerteza
  • Profundo no raso
  • Vazio no cheio
  • Invisível no visível

Apóstolo da não-violência

A PAZ é sua fluência

Gandhi------------Divindade

Gandhi------------Verdade

Sua LUZ me seguirá pela eternidade

Nunca é tarde para amá-lo

O amor não idade

Precisa somente de autenticidade

Querem saber a realidade?

Gandhi morreu assassinado

Quem o matou dizia-se seu aliado

Gandhi não estava enganado

Sentiu que o assassino estava do seu lado

Mesmo assim foi perdoado

Pelo seu maior pecado

Tê-lo matado

Gandhi ao morrer...

Foi na Índia aclamado

Pelo povo ter salvado

Foi no mundo idolatrado

Pelo povo ter amado

Quando penso em PAZ

Não penso em uma definição

Não existe RAZÃO

Existe EMOÇÃO

Sinto apenas um nome

E este nome é MAHATMA GANDHI

Se para ele não existe caminho para a felicidade

Para mim não existe caminho para a verdade

Ou 'é' ou 'não é'

E GANDHI simplesmente 'É'."

(JULIETA MENEZES)

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

*RENASCIMENTO*

<Agradeço ao OSHO pelo 'renascimento', minha postagem de retorno do blog não poderia 'ser' sem a sua inspiração.>

"Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo coveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte por aquilo que faz o seu coração vibrar. opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as consequências."(OSHO)

video