domingo, 8 de março de 2009

*Na bondade dos meus dias…(capítulo 3)*

   

"Na bondade dos meus dias, observei a lua nascer, sinto uma vontade de morrer só para renascer e nascer em uma humanidade mais humana. Estou cansada de gargalhadas engasgadas, de lágrimas insossas e sentimentos de cimento. Estou cansada da poeira que cega os olhos que de tudo quer ver, dos braços que nada têm a oferecer e dos lábios que não têm nada a dizer. Estou cansada do tempo, do fragmento, do prazer em ter desprazer e da multidão que não passa de Adão.

Na bondade dos meus dias, o sol reflete o meu ser e ainda estou, a saber, como neste mundo eu irei viver? Sofro no meu abrigo pelo desabrigado, sinto indigestão pensando naqueles que nem sabem o significado de "digestão", durmo com insônia tentando descobrir respostas sem portas. Sonho com mais braços para mais abraços, "Shiva" me acolhe e eu? O que faço?

Na bondade dos meus dias, existo em um espaço inexistente, me esforço para respirar um ar irrespirável, me afogo em um oceano vazio. Velas estão acesas, corações em cima da mesa. Não tenho fome. Nem sei qual é meu nome. Hoje estou sem pele, meu sangue escorre nas verdades ocultas que ninguém quer enxergar. Hoje não quero pensar, apenas derreter para desaparecer. Hoje não quero ficar, vou partir... Sair daqui.

Hoje vou voar, vou até a lua e com ela chorar.

 

Hoje parei...

 

Hoje não sei...

 

Hoje me atirei..."

 

Julieta Menezes

15 comentários:

  1. "Duro é compreender que o louco não nasceu para entender."

    Diante de todo esse sentimento que vc jogou nessa postagem, eu fiquei extático quando terminei de ler. É tudo verdade. Com o cruzamento dessas palavras na minha cabeça, sobram as besteiras que a gente diz, como se o mundo girasse em torno do nosso próprio umbigo. E eu me envergonho mais. Pq eu mesmo chego a dizer como eh dura a minha realidade...
    Que não é nada diante da realidade de quem não tem nem o "básico" pra sobreviver. O que há de errado com meu coração? Me faltou essa fome de crescer de verdade...

    Me vem tb na memória um verso da música "Miséria dos Titãs, que como um grito de "caralho", mostra um desabafo forte de como essa mesma realidade é encarada por nós:

    "A morte não causa mais espanto!!
    O sol não causa mais espanto!!"

    Parabéns Prof. Sempre abrindo nossos olhos!
    Bjao

    (O meu comentário vale para as duas últimas postagens "Na bondade dos meus dias". Acabei lendo as duas hoje...)

    ResponderExcluir
  2. Olá Profª. ouço muito bem sobre a senhora, e de sua escrita na universadade e vir matar a minha curiosidade.

    Adorei o que vi, sinal de que ainda há pessoas humanas,..." de carne,osso, alma e sentimento", a parte interresante é que li seu texto ao mesmo tempo em que ouvia a música miedo de Juileta venagas.

    Concordo plenamente com suas palavras. A humanidade anda discrente de tudo, cheias de "MEDOS", petrificada, vivendo uma vida que não lhe pertencem, criando mundos vazios onde cada minuto é uma mentira desfarçada de atitude sensata,onde notícias de tele jornais espantam mais que a cegeuira que os acompanham no dia-a-dia, sem sentido e sem coração, onde o MEDO as carregam para o não essencial do viver. Muitas vezes nos resta derramar a tristeza ao pecerber que as pessoas já não sabem mais, sorrir com sinceridade, abraçar com vontade, amar nos vários sentidos, e viver de/ou (com) verdade.


    ANA

    ResponderExcluir
  3. Olá Profª. ouço muito bem sobre a senhora, e de sua escrita na universadade e vir matar a minha curiosidade.
    Adorei o que vi, sinal de que ainda há pessoas humanas," de carne,osso, alma e sentimento", a parte interresante é que li seu texto ao mesmo tempo em que ouvia a música miedo de Juileta venagas.

    Concordo plenamente com suas palavras. A humanidade anda discrente de tudo, cheias de medos, petrificada, vivendo uma vida que não lhe pertencem, criando mundos vázios onde cada minuto é uma mentira desfarçada de atitude sensata,onde notícias de tele jornais espantam mais que a cegeuira que os acompanham no dia-a-dia sem sentido e sem coração, onde o medo as carregam para o não viver. Muitas vezes nos resta derramar a tristeza ao vê que as pessoas já não sabem mais sorrir com sinceridade, abraçar com vontade, amar no seu belo e amplo sentindo e viver de/ou (com) verdade.

    otima semana

    ResponderExcluir
  4. Danilo Barbosa Fortes9 de março de 2009 17:14

    parabens professora
    essa eh uma minha
    axo q eh a unica kkkk
    "oq torna as pessoas diferentes nao eh nem um problema fisico e sim a sua determinaçao de vencer" (Danilo Barbosa)

    abraços

    ResponderExcluir
  5. antes de vir aqui ler o post de hj, eu tava pensando no amanhã.. mas pra que pensar no amanhã se não temos a certeza dele? pra quer reclamar tanto, se tem gente q não tem nem onde passar uma noite? tava em um momento de reflexão antes de vir aqui, e quando vim tinha um post novo, e simplesmente para fechar a noite com que eu estava pensando minutos antes de vir, tava viajando legal, o quanto reclamamos da vida, e nada fazemos pra melhorar, infelizmente essa é a realidade dos meus dias, queria que fosse na bondade dos meus diias.

    Parabéns prof, por mais um post. que com certeza quem vem ler aqui, saí pensando de outro jeito.

    beijão e ótima semana!

    ResponderExcluir
  6. Hiuri, vc como sempre nos doando sabedoria, ainda nos inspirando com sua veia musical e deixando o titãs para melhorar.Valeu!!ANA, VC NÃO IMAGINA COMO FIQUEI FELIZ de vc ter esta curiosidade e vim aqui me visitar, nossa, agora quem ficou curiosa fui eu em te conhecer, será que vai ser minha aluna?Tomara...
    Danilo, me visite mais vezes, quanta honra vc deixar tb uma frase aqui no blog, adorei e tenho certeza escreverá mais, fico na espera...
    E Xuxinha, falar oq ue de vc?Vc tem seu lugar guardado em meu coração, sempre!Ótima semana pra todos!beijão!!

    ResponderExcluir
  7. Saudações. Alegrias pra você. Curioso por saber como você me encontrou, e mais do que isso, o que encontrou...

    ResponderExcluir
  8. "CATILOGRAFIAS DESTE MESMO PENSAMENTO NO BLOG ANTERIOR"

    Alynne disse...
    Tia Ju, o mundo precisa de pessoas como você que enxergam o mundo com mais cor, mais sabor e que acreditam que a bondade e o amor ao próximo são capazes de fazer transformações, poetizas que arrumam as palavras e a partir delas deixam a vida mais leve e disseminam a sabedoria, sou feliz porque um dia você cruzou o meu caminho deixando um rastro de luz. Um grande beijo e obrigada pelos ensinamentos. Parabéns pelo blog, está lindo.
    29 de Setembro de 2008 18:06

    ResponderExcluir
  9. janereisvalle82 disse...
    Lindoooo
    Eu amo essa palavra.. HOJE!
    Beijos linda, vc é um talento!
    30 de Setembro de 2008 11:57

    ResponderExcluir
  10. janereisvalle82 disse...
    As piores loucuras são as mais sensatas alegrias, o que eu fiz HOJE, deixei de herança para aqueles que sonham em ser como eu: Louco mas FELIZ! Palavras do Rei Bob Marley!
    30 de Setembro de 2008 12:00

    ResponderExcluir
  11. Tassiana disse...
    A cada frase que leio aqui um sentimento diferente e lendo aqui, dá pra acreditar que ainda tem muita coisa booa nessa vida. E com certeza, você foi escolhida pra passar isso pra gente. E eu não sei de onde vem tanta inspiração. Parabéns pelas palavras prof. Tudo de boom! beijãoo!
    2 de Outubro de 2008 08:13

    ResponderExcluir
  12. janereisvalle82 disse...
    Ju linda, passei p/ deixar umas palvras de Drummond, tenho certeza que ´vc já conhece, mas queria registrá-las aqui para que muitas pessoas possam ler e sentí-las, eu sinto essas palavras todos os dias, pois é plano de fundo no meu pc..
    "A cada dia que vivo,mais me convenço
    de que o desperdício da vida está no amor
    que não damos, nas forças que não usamos,
    na prudência egoísta que nada arrisca,
    e que, esquivando-se do sofrimento,
    perdemos também a felicidade.

    A dor é inevitável.O sofrimento é opcional."
    Carlos Drummond de Andrade
    7 de Outubro de 2008 12:11

    ResponderExcluir
  13. will disse...
    Oi Julieta esse blog esta cada vez mais pokando em rsrsrrsrsr!!!!!!êita professora que tira onda mesmo kkkk!
    8 de Novembro de 2008 14:24

    ResponderExcluir
  14. Só falta coloca uma opção para qualquer pessoa opnar sobre temas de difícil entendimento! o demais estão ótimo !

    ResponderExcluir
  15. Juieta Menezes você se considera um ATEU ? Porque agradece tanto à arco-íris ? Porque você se diz na terra professora e no mundo encantado uma escritora ?

    vc pode responder ?

    ResponderExcluir